Sem categoria

Resultado de imagem para frio

Como o frio afeta seu cabelo

Baixa o termômetro, chove, temos dias com vento… Isso não é parte do tempo, é que nós vamos dizer-lhe como ele afeta o frio em seu cabelo.
Às vezes esquecemo-nos de que o cabelo também precisa de cuidados no inverno. Nós acreditamos que tudo é estar bonés e óleos protetores na praia, quando temos o sol amortecedor sobre nossas cabeças. Mas não é assim. O cabelo também sofre os rigores do inverno.

Como afeta o frio em seu cabelo

O termômetro dos solos tem um efeito vasoconstritor sobre o couro cabeludo. A rede venosa não funciona com total fluência e, além disso, as glândulas sebáceas não trabalham tanto como deveriam. É dizer, que temos o sistema a meio gás. Isso faz com que o cabelo não esteja tão hidratado como em outras épocas, e é algo que se aprecia especialmente em cabelos, por si só, secos, com pouca densidade. Como o notamos? Porque pode aparecer agravar o problema da caspa, ter comichão apreciar-se um agravamento de doenças como a psoríase, a dermatite.

Imagem relacionada
O termômetro dos solos tem um efeito vasoconstritor sobre o couro cabeludo
Indo mais longe, e em um cenário de neve, a radiação ultravioleta no inverno, pode afetar o couro cabeludo até o ponto de provocar bolhas e quase com mais gravidade do que na praia, porque os raios solares são refletidos na cor branca de neve que potencializa sua ação. Se você é esquiador você gosta de outros esportes de inverno, toma nota e proteja-se.

Assim influencia o aquecimento no seu cabelo
Com o frio do inverno, ligar os aquecedores e nos abrigamos. Puxando provérbios português, poderíamos pensar que, morto o cão, terminou a raiva. Já não temos a temperatura baixa, pois, em casa, no escritório está aquecido e meu cabelo voltará a ser maravilhoso… pois não.

Se o frio afeta o seu cabelo, a secagem de aquecimento também o faz, seca, torna-o frágil, facilitando que se quebre com facilidade, que tem menos volume… O uso de gorros e cachecóis também promovem a eletricidade estática e o temido frizz. No fim, onde antes havia juba, agora há esponjas, esfregões
O mero contraste das temperaturas (venho de rua que faz um frio cortando e eu ponho a aquecimento a bunda em casa”) também fazem com que o cabelo se reseque e ondule.

Resultado de imagem para secador no cabelo

Efeitos do uso do secador no cabelo
Acabou-Se o de deixar secar o cabelo ao ar. No inverno usamos o secador com mais frequência e isso não é outra coisa que uma fonte de calor direta, comprovados efeitos nocivos sobre o cabelo. Quanto mais alta for a temperatura e mais te aproxima de cabeça, piores serão os efeitos, como a queda do cabelo. Nesse último caso, é recomendável fazer o uso do Hairloss Blocker antes de utilizar o secado para diminuir os seus efeitos no couro cabeludo.

O que fazer para proteger o cabelo do inverno
Nada de magia. O importante é que o cabelo tenha toda a nutrição e a hidratação possível, para evitar o mais possível que se mostrar seco. Aqui vão algumas idéias:

1. Esse primeiro serve até como eliminar o mau hálito: busca produtos e tratamentos com ingredientes como óleo de argan, óleo de oliva, abacate, queratina, óleo de gergelim, abacate, pantenol, glicerol aloe vera, e não se esqueça de as máscaras.
casa, colocar umidificadores ( um simples copo de água sobre o radiador) para combater os efeitos do aquecimento.
2.Use protetores térmicos para o cabelo quando utilizar o secador placas e tostas.
massagem (curto) diário sobre o couro cabeludo, macio e sem esfregar, estimula a circulação sangüínea. Se o fizer antes de deitar, também irá ajudá-lo a relaxar.

Sem categoria

Resultado de imagem para poupança

Como investir na poupança e ganhar dinheiro? veja!

No momento em que se decide investir as suas poupanças há 4 aspectos a ter em conta.
Em primeiro lugar, devemos nos conhecer a nós mesmos.
Sabendo qual é a nossa tolerância ao risco para níveis mais puramente humanos, não seria inteligente de investir uma quantidade que sua perda perda poderia causar um mal-estar. Portanto, a primeira questão que devemos resolver é a quantidade que podemos investir sem afetar nosso bem-estar e tranquilidade, se o investimento não sai como esperamos.

Em segundo lugar está o risco acessível.
Para tal efeito, sempre gostei de considerar uma regra de John D. Rockefeller, que propõe marcar o intervalo de investimento restándole a 100% de nossas economias a nossa idade. Portanto, uma pessoa de 47 anos, deve-se investir um máximo de 53% de suas economias.O importante desta simples regra é que, quanto mais jovens somos mais predisposição ao risco, deve-se ter; enquanto, quanto mais nós vamos fazendo, o risco deve ser menor.
Neste caso, devemos avaliar como a idade e risco têm uma relação inversamente proporcional que corresponde inteiramente com o desenvolvimento normal baixo custo do ciclo de vida de uma pessoa. E é por isso que eu gosto desse método.

Imagem relacionada

Em terceiro lugar, temos que questionar a expectativa de rentabilidade que queremos.
Como uma regra básica, devemos questionar uma rentabilidade de 2% ao ano por um tal de preservar o poder de compra de nossa inversió: isso se extrai do consenso da média de inflação de 2% anual.
Portanto, entenderíamos que apenas os investimentos que possam oferecer mais de 2% nos representam um aumento real de nosso capital.

Quanto à rentabilidade, devemos ter muito em conta um binômio que se relaciona com uma proporcionalidade directa. Este binômio é o de rentabilidade-risco: risco de maior potencial de rentabilidade e vice-versa.
Assim, para determinar a rentabilidade deveremos ter em conta o risco que podemos queremos assumir, tendo em conta que um alto risco põe em perigo nossa investimento e menos rentabilidade coloca o nosso dinheiro investido em menos perigo.

Imagem relacionada

Por último, devemos escolher o produto de fundo de investimento e definir qual será a melhor estratégia e que melhor se adapte às nossas necessidades e vontades, projetando a nossa escolha para aqueles fundos que melhor combinam com o nosso bem-estar presente e futuro, cumprindo nosso objetivo de rentabilidade e respeitando o nosso nível de risco aceitável. Não é o mesmo risco que assume um fundo para oferecer 5% de rentabilidade que o risco que assume um fundo com um objectivo de 20% de rentabilidade anual. Veja mais sobre algumas estratégias fundamentais: estrategia para opções binarias.

Em conclusão, é nossa obrigação conhecer-nos fielmente para saber qual é o risco que estamos dispostos a assumir para atingir o nível de rentabilidade desejado.

Sem categoria

Resultado de imagem para cabelo saudavel

8 Cuidados para ter um cabelo saudável

O tratamento que, diariamente, damos o nosso cabelo diz muito de como de bonito ( não) temos. Como especialistas em saúde capilar sabemos. Por isso, abaixo temos alguns cuidados diários básicos, quer seja homem, mulher, pode passar a ter um cabelo para um cabelo saudável. O Tomas nota?
Além dos tratamentos especiais que, naturalmente, tem que fazer a nossa cabelo dependendo do problema necessidade que você possa ter em cada momento, está correta rotina de cuidados diários. Uma rotina que é mais importante do que pensamos na hora de conseguir e manter a saúde de nosso cabelo.

8 cuidados diários para um cabelo saudável
Olho com abuso de lavagens. O cabelo, quanto mais se lava, mais precisa de ser lavado. Por isso, experimente substituir o shampoo por um produto de limpeza a seco, pelo menos, vários dias por semana. Você vai ver como notas que começa a durante limpo mais tempo.
Acondiciónalo enquanto você dorme. Se pela manhã, não se dá tempo, aproveite a noite para cuidar do seu cabelo seja com condicionadores e máscaras São produtos fundamentais para conseguir um cabelo saudável e bonito.

Resultado de imagem para umidade

Evita a umidade. É um dos principais inimigos do cabelo. Quando você lave o cabelo, não faz falta secar por completo, mas sim tirar a umidade o mais rápido que puder.

Máscara si, mas em sua justa medida. Você sabia que se você passar com a quantidade de máscara no cabelo é lubrifica e chega um momento em que perde a sua eficácia e não suaviza mais? Além disso, é importante não aplicar com o cabelo muito molhado. O correto é secar um pouco com a toalha para reduzir a quantidade de água. Assim, o produto penetrará melhor e, portanto, será mais eficaz

Cabelo saudável: Se você quiser um remedio para queda de forma natural, não se esqueça de massagear o couro cabeludo com frequência. É um gesto simples, mas muito eficaz para oxigenalo.
Diga não” às silicones. Antes de comprar um produto capilar, leia a consciência da marca. Os silicones são os ingredientes que terminam em -cona -siloxano. E responsáveis de criar um filme impermeável ao redor do cabelo, o que impede que este absorva os ativos dos tratamentos que lhe aplicamos.

Resultado de imagem para cabeleireiro

Peça ajuda para seu cabeleireiro. O cabelo precisa ser saneado. Recomendamos ir ao cabeleireiro pelo menos uma vez por mês. E lembre-se, para evitar a umidade, pede que lhe cortem sempre em seco.
Nós Somos o que comemos. É uma frase que não paramos de ouvir, mas é totalmente certa. Se a nossa saúde depende de uma boa alimentação, o cabelo também. Por isso, é muito importante consumir uma dieta adequada que ajude a proteger e cuidar do nosso cabelo, Além de oferecer nutrientes extras quando necessário.

Trata-se de cuidar do nosso cabelo, o dia-a-dia. Com gestos simples, mas fundamentais para a sua saúde. Mas há vezes em que, por situações determinadas por fatores externos, a saúde capilar é afetada, e é necessário um tratamento específico.  Como o uso de alguns medicamentos e participação de um profissional adequado. Veja mais: hair loss blocker anvisa.

 

Sem categoria

Resultado de imagem para alimentação e cabelo

Alimentação e cabelo

Nestas últimas alopecias, devido a carências de micronutrientes essenciais para o correto metabolismo do cabelo, são fundamentais os conhecimentos que nos dá a área da endocrinologia que se dedica à nutrição
O cabelo é um órgão vivo que acusa estes défices e ainda que estes conhecimentos não costumam ser a causa da maior parte de alopecias, sim, convém conhecê-los lembrar deles.

Diante de uma queda, os especialistas costumam receitar algum tratamento a base de suplementos para compensar essas lacunas. Mas talvez vale a pena antecipar a toda esta problemática, valorizando os hábitos alimentares de nossos pacientes para detectar possíveis desequilíbrios que, uma vez corrigidos evitariam tratamentos posteriores.

Imagem relacionada

Deste modo, conhecer a ingestão de proteínas, ácidos graxos, frutas, legumes, etc. e também o nível de hidratação nos permitirá avaliar possíveis déficits nutricionais, que além de provocar a queda de cabelo podem causar transtornos do humor, patologias osteoarticulares, cutâneas, digestivas, circulatórias.

Talvez pareça exagero o que dizia Hipócrates: Qualquer que seja o pai de uma doença, uma má alimentação é a mãe”, mas algumas dicas nutricionais, no sentido de aumentar o consumo de gorduras insaturadas, frutas e legumes, grãos e sementes e assegurar um correto aporte protéico nos ajudarão a servir como remédio para queda de cabelo feminino e masculino como também melhorar a sua qualidade de vida, que se traduzirá em um cabelo mais saudável e com melhor aspecto.

Alimentação e cabelo: quais são os elementos da alimentação que nos ajudarão a fazê-lo?
Certos aminoácidos que são encontrados na maioria dos alimentos, como a L-lisina, que inibe a enzima 5-alfa-redutase, que transforma a testosterona em DHT (di-testosterona), a L-arginina estimula a produção de óxido nítrico, essencial para o crescimento do cabelo
– Minerais como o zinco, ferro, selênio que obtemos tanto do mundo vegetal como animal.
– Isoflavonas que também favorecem o crescimento do cabelo.
– Proantocianidinas e procianidinas, que são flavonóides, que são encontrados na maioria dos vegetais.
– Serenoa repens (palmito) que é uma planta que também inibe a 5-alfa redutase.
– Super óxido dismutase, que é uma enzima que favorece o crescimento capilar, estimulando a produção de ácido nítrico.

Resultado de imagem para alimentação e cabelo

Uma vez corrigido o aporte micronutricional, se necessário, podemos sempre aplicar medidas mais intervencionistas, como a mesoterapia capilar seja com a injeção intradérmica de princípios ativos de origem natural e homeopatizados (extractos de plantas, órgãos, etc.) que contêm fórmulas alopáticas (aminoácidos, vitaminas, oligoelementos…) com o fim de levar a cabo uma bioestimulación do folículo pilo-sebáceo.

Uma alimentação saudável, variada e completa é a base do bom funcionamento de nosso organismo, e o cabelo, como parte dele, é um reflexo deste hábito. Também pode fazer uso de alguns medicamentos, como DHT Blocker, que auxiliam no crescimento capilar e possui os nutrientes necessários para evitar sua queda.
É o momento de que reveja sua alimentação e, se necessário, a melhores. O corpo é sábio e vai agradecer.